Dia das crianças e o Varejo

As vendas sazonais são grandes aliadas dos varejistas e com o Dia das Crianças não é diferente, porém o perfil do público ainda lida com resquícios das crises dos últimos anos no Brasil. 

Muitas pessoas estão voltando à regularidade econômica, muitos ainda estão desempregados ou com menores salários e a economia ainda se vê instável. 

Mas mesmo com esse cenário de incerteza, o mercado prevê bons números para o Dia das Crianças de 2019. No ano passado, as vendas subiram 2,2% neste mesmo período, segundo o Boa Vista SCPC. Esse aumento representou o reaquecimento do comércio, cenário que tem se confirmado em 2019. 

Este ano, segundo pesquisa realizada pela empresa Opinion Box em parceria com a Social Miner, 58% das pessoas devem ir às compras no Dia das Crianças e mais de 51% irão gastar mais de R$ 100,00 no presente. 


As vendas na Internet no Dia das Crianças

A pesquisa ainda mostra que 65,2% das pessoas irão realizar compras online, o que representa uma preferência expressiva nos canais digitais. 

Mesmo que as pessoas comprem em lojas físicas, 25,7% consultam a internet antes de fechar a compra. Quem não compra no ambiente digital, está motivado pelo frete e/ou pela demora na entrega. 


Quais os produtos mais procurados

No Dia das Crianças, os brinquedos ainda são os bens mais consumidos (72,6%), seguidos de roupas (39,3%) e calçados (26,5%) segundo a pesquisa realizada pela Vindi, Neoassist e MindMiners em 2018. 

A publicidade e as tendências podem influenciar a hora da compra: filmes da moda, séries e desenhos atuais são os mais pedidos pelas crianças. Os influenciadores também têm grande participação nos anseios das crianças. 

Como o varejista pode aproveitar a data 

Devido à grande demanda em épocas sazonais, o Dia das Crianças pode ser uma oportunidade de bons negócios aos varejistas. O setor lucrou mais de 9 bilhões de reais no ano passado. 

Com a alta procura por itens na internet, o varejista pode esperar também oportunidades para o desempenho omnichannel, ou seja, convergindo para todos os canais da empresa. O consumidor busca não somente preços, mas experiência, então o mesmo atendimento que quer ter online, também espera tê-lo na loja física, assim como preços, disponibilidade de estoques e possibilidades de pagamento. 

Como falamos anteriormente, influencers e tendências são alguns dos responsáveis pela motivação de compra no Dia das Crianças, então se o varejista consegue ter uma parceria com uma dessas pessoas, terá grandes chances de aumentar suas vendas. 

As possibilidades também se estendem aos trabalhadores. As possíveis novas contratações para atender às demandas se abrem e muitas pessoas podem garantir empregos temporários nessa época. Sites também precisam de mais pessoas em estoques e warehouses para separarem pedidos com maior rapidez.

Saiba também como ter lucro em datas comemorativas

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos e com prioridade

Sua inscrição foi confirmada!